EBD

O Ensino Bíblico Gravuras

 

CURSO BÍBLICO: TEMOR A DEUS E INTIMIDADE

 

Prof. Eliseu Pereira (eliseugp@yahoo.com.br)

LIÇÃO 8 – INTIMIDADE COM DEUS

Parábola do semeador (2ª parte) 

Textos bíblicos: Mt 13.1-23; Mc 4-20; Lc 8.5.14 

[1]          Introdução:

a.             Semeador/semeadura: toda exposição da Palavra de Deus.

b.             Semente: a Palavra de Deus

c.             Solos: quatro ambientes do coração em certo tempo da vida ou em áreas da vida.

               i.À beira do caminho: não entende; está endurecido; perde a palavra.

             ii.Pedregoso: não paga o preço; tem medo as perseguições; superficial.

 

[2]          Solo cheio de espinhos: 

a.             Espinhos: “preocupação desta vida e a fascinação das riquezas” (Mt 13.22); cuidados do mundo” (Mc 4.19); “deleites da vida” (Lc 8.14); em Lucas a palavra sufoca (8.14) é entendida como apertada (8.42);

b.             Significado: coração dividido; conflito de amor entre Deus e o mundo; ruídos de comunicação com Deus; desconfiança; insubmissão;

c.             Valor: “mais desejáveis do que o ouro, mais do que muito ouro depurado” (Sl 19).

d.             Amor: “Não ameis o mundo, nem as coisas que há no mundo;... porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida não procede do Pai mas do mundo” (1Jo 2:15-17; c/c Tg 4.4).

e.             Obediência e serviço: “Não podeis servir a Deus e as riquezas” (Mt 6.24); “Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou” (2Tm 2.4).

f.               Sufoca: ou não fruto; "Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta..." (João 15:2).

g.             Mente: “Até quando coxeareis entre dois pensamentos?” (1Rs 18.21).

h.             Exortação: não sufocar a iluminação da verdade, o dom celestial, a comunhão com o Espírito Santo e suas experiências com o mundo vindouro (Hb 6.4-8). "... e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração" (Tg 4.8).

i.               Agostinho: “Quando pensava em me consagrar por inteiro ao Teu serviço, Deus meu, era eu quem queria fazê-lo, e eu quem não queria fazê-lo, era eu mesmo, e porque não te queria de todo, nem de todo não te queria, lutava comigo mesmo e me rasgava em pedaços”

 

[3]          Solo fértil:

a.             Fértil: significa fecundo, que produz muito fruto; solo vivo, com muita matéria orgânica e com diversas espécies vegetais, insetos e microorganismos.

b.             Coração fértil: atitude apropriada para receber a palavra de Deus: ouve e compreende (Mt 13.23); recebem (Mc 4.20); retém, bom e reto coração (Lc 8.15). 

c.             Humildade: do latim húmus, terra; cognato com homem, feito da terra; humano.

d.             Obediência: latim, ob+audireob, é frente, audire é ouvir; logo, ‘ouvir e seguir’.

e.             Ouvir e fé:

               i.“a fé vem pela pregação e a pregação pela palavra de Cristo” (Rm 10.17);

             ii.“Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram” (Hb 4.1,2).

f.               Ouvir e compreender: devemos falar a palavra de modo que entendam, creiam e pratiquem; é necessário ouvir a palavra e buscar entendimento.

g.             Ouvir e endurecer: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (Mt 11.15); “HOJE, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações” (Hb 3.13, 15; 4.7; 5.11). 

h.             Ouvir e benção: “Mas, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem” (Mt 13.16).

i.               Conclusão: coração fértil é coração humilde e obediente que exibe resultados concretos de sua intimidade com Deus.

               i."Quem é de Deus ouve as palavras de Deus" (João 8:47)

             ii."Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz" (João 18:37).

 

[4]          Frutos e Teste do Fruto:

a.             Frutos: A palavra “fruto” pode significar “resultado; efeito”; resultado prático da Palavra em nosso modo de vida.

               i.Todos os resultados da co-habitação de Deus em nosso coração; a palavra tem o propósito de santificar pela verdade (Jo 17.17); produzir em nós a imagem de seu Filho (Rm 8.29).

             ii."Estes frutos são bons motivos, desejos, atitudes, disposições, palavras, atos, partindo da fé, em harmonia com a lei de Deus, e feitos para a sua glória" (Hendriksen, The Gospel of John, p. 298).

           iii.Dar fruto: significa que a Palavra surtiu o efeito desejado em nossas vidas: o comportamento reflete o caráter de Jesus; adoração e serviço; evangelização e testemunho.

b.             Frutos citados na Bíblia

               i.Arrependimento:Mt 3.8.

             ii.Amor: alegria, paz  e todos os frutos do Espírito Santo (Gl 5.22-23).

           iii.Boas obras: "frutificando em toda boa obra" (Cl 1.10; Rm 15.28)

            iv.Santidade (Jo 15.3; 17.17).

              v.Vida plena — comunhão com Deus (Jo 15.10; ver Jo 10.10b;

            vi.Paz e justiça: "... o fruto pacífico, ...fruto de justiça" (Hb 12.11). 

          vii.Frutos para glória do Pai (Jo 15.8a;16a).

        viii.Adoração: "... o fruto de lábios que confessam o seu nome" (Hb 13.15)

            ix.Testemunho de Cristo (Jo 15.8b,27).

              x.Orações respondidas (Jo 15.7,16b).

            xi.Desfrute do amor e da alegria de Cristo (Jo 15.11) — pertencimento

          xii.Desfrute da amizade íntima de Cristo (Jo 15.14,15) — aceitação.

        xiii.Odiados, desprezados e perseguidos pelo mundo (Jo 15.18-21).

        xiv.Juízo para o mundo (Jo 15.22-25).

c.      Teste do fruto: estamos dando frutos espirituais?

               i.“Pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7.16).

             ii.“Nisto é glorificado meu Pai em que deis muito fruto” (Jo 15.8).

           iii.“frutifiquemos para Deus” (Rm 7.4).

d.      “Quem tem ouvidos [para ouvir], ouça” (Mateus 13:9).

e.      “Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma. Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando- vos a vós mesmos” (Tg 1.21, 22).

f.        Outros textos bíblicos:

               i.“Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado” (Mc 16:16).

             ii.“Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (At 2.38).

           iii.“E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dele” (At 22.16).

            iv.“Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2.10). 

 

[5]          Para refletir:

a.             Sondagem: permita que o Espírito Santo sonde o interior do seu coração.

b.             Confissão: se ele mostrar que o coração está dividido, que a Palavra está sufocada em seu coração, confesse e peça que o Espírito de Deus o faça voltar ao primeiro amor (Ap 2.4), a buscar o reino de Deus em primeiro lugar (Mt 6.33).

c.             Promessas: Ele veio para nos dar vida abundante (Jo 10.10); Ele carrega o nosso fardo (Is 64.4; 1Pe 5.7); Ele nos dá paz (Jo 14.27)