Lição 2 EBD – PERDÃO!

 

Filemom 8-21

 

Você sabe o que é escravidão? Porque a escravidão é algo ruim?

Nos tempos do apóstolo Paulo, a escravidão era uma realidade comum, segundo os historiadores, em Roma, no tempo em que Paulo escreveu a Filemom, existiam mais escravos do que pessoas em liberdade!

Hoje vamos estudar sobre um escravo cujo nome era Onésimo, e que havia fugido de seu dono – Filemom.

 

Vamos fazer um resumo dos personagens desta carta:

 

Filemom – Amigo de Paulo, dono de Onésimo

Onésimo – escravo fugitivo, encontrou-se com Paulo na prisão e aceitou a salvação em Cristo

Paulo – apóstolo, preso por causa da pregação do evangelho, escreveu a carta a Filemom na prisão

 

Paulo tinha um objetivo: solicitar que Filemom perdoasse Onésimo – naquela época, isto era radical, algo contra a cultura! Um escravo fugitivo era castigado severamente, e poderia ser até morto!

 

Vamos ler e refletir sobre Filemom 8-12 e preencher as palavras que faltam nas frases: 

1.     Paulo fez um apelo (uma solicitação) a Filemom, com base no _________

2.     Paulo chamou Onésimo de __________

3.     Antes, Onésimo era __________, agora é _______

4.     Paulo mandou de volta Onésimo para _________________

5.     Onésimo havia sido transformado pelo evangelho, e Paulo agora oferecia a ele (Onésimo) a oportunidade de ser perdoado pelo seu patrão (Filemom). Qual foi o final desta história? Na Bíblia, não há registro sobre este final, mas podemos afirmar, com base nas qualidades de Filemom (que estudamos na lição anterior) que _________________________________

 Agora leia Filemom 13-16, reflita e complete as palavras que faltam nas frases: 

6.     Nem sempre é fácil perdoar, mas Paulo pediu que Filemom recebesse Onésimo não mais como escravo, mas como _________________

7.     Paulo queria que este favor fosse ________________________ 

8.     Paulo continua sua carta, e repete as instruções e exorta (anima) a Filemom a perdoá-lo. Leia Filemom 17-21 e após refletir sobre o texto, assinale V para as frases verdadeiras e F para as falsas:

a.(    ) Paulo pede dinheiro a Filemom

b.(    ) Paulo queria que Onésimo fosse seu escravo

c.(    ) Paulo pediu a Onésimo que receba Filemom como se o recebesse

d.(    ) Caso Onésimo devesse algo para Filemom, Paulo pagaria

e.(    ) Paulo esperava que Filemom castigasse Onésimo

 

Perdoar não é esquecer – perdoar é reabrir (abrir de novo) o caminho para o relacionamento com alguém! Foi isso que Paulo exortou (animou) Filemom a fazer com Onésimo.

 

O perdão é algo oriundo de um coração amoroso – você precisa perdoar alguém? Vamos orar neste instante, deixando o Espírito Santo trabalhar em nossos corações para liberar o perdão.

 

Versículo para decorar: “Perdoem como o Senhor lhes perdoou” – Colossenses 3.13

 

Respostas aos exercícios:

(professor: valorize a participação de seus alunos, os exercícios não são para preencher o tempo em classe, mas uma oportunidade de reflexão e retenção das verdades bíblicas!)

1.     amor (v.9) – professor, aproveite para enfatizar que a verdadeira motivação cristã é o amor, nunca a imposição ou a arrogância

2.     filho (v.10) – esta é uma expressão que revela o carinho que Paulo tinha por Onésimo, tratando-o desta forma porque havia sido através dele (Paulo) que Onésimo houvera reconhecido o perdão de Cristo.

3.     inútil, útil (v.11) - professor: explique o significado de Onésimo, que é “útil”, e como isto contrasta com a vida anterior dele, um escravo inútil, fugitivo, que provavelmente havia roubado dinheiro de Filemom.

4.     Filemom (v.12) – enfatize que Paulo não “roubou” Onésimo de Filemom, o estava restituindo (devolvendo), mas agora como alguém diferente, não como escravo inútil, mas como um homem regenerado (salvo, limpo) em Cristo Jesus.

5.     Filemom perdoou Onésimo. Apesar de que esta afirmação não possa ser comprovada biblicamente, o fato de Filemom ser amigo de Paulo, de ser um cristão com muitas virtudes e de que Paulo se comprometera a pagar a dívida de Onésimo (Fl 18-19), nos leva a concluir que Onésimo foi perdoado por Filemom.

6.     irmão amado (v.16) – enfatize a diferença da palavra “irmão”, em contraste com a palavra “escravo”

7.     espontâneo (v.14) – explique o contraste entre “espontâneo” (voluntário) e “forçado” (à força).

8.     a – F: b – F (Paulo considerava Onésimo seu filho – v.10); c – F (Paulo pediu a Filemom que perdoasse Onésimo, e não o contrário, v.17); d – V (vv.18-19); e – F (esperava que o recebesse como se estivesse recebendo o próprio Paulo! – v.16)

____________________________________________________________________

 

www.ebdonline.com.br

 

Lista de Lições